A fenomenologia da Natureza

O VII Encontro do GT Fenomenologia deste ano leva o título “A fenomenologia da natureza” – IV Encontro Nacional de Fenomenologia, e acontecerá entre os dias 19 e 23 de outubro de 2020.

As conferência serão transmitidas no canal Youtube do GT de Fenomenologia, e as inscrições poderão ser realizadas pelo site oficial do evento.

Siga o site oficial do GT Fenomenologia da ANPOF e fique por dentro das novidades!

Vídeo do 3º encontro do evento Nietzsche & Fink

Nesse terceiro encontro, tivemos a apresentação da Camila Feoli sobre “O despertar do infinito na finitude” e noção de jogo na obra de Eugen Fink. Além de mestranda do programa de pós-graduação em filosofia da UEL e membro do nosso Núcleo, a Camila é também atriz profissional do Núcleo Ás de Paus. Em sua interpretação do conceito de jogo em Fink, ela traz para o debate elementos de sua experiência como artista para dar sequência às questões discutidas nos encontros anteriores sobre a metafísica do jogo e do artista e, assim, ‘encarnar’ o debate teórico!

Conheça mais sobre o trabalho da Camila no teatro e na filosofia!

Para acompanhar os próximos eventos e toda a programação agendada, inscreva-se no nosso canal YouTube!

Minicurso Eugen Fink e a filosofia meôntica

Como primeira atividade da parceria entre o Núcleo de Pesquisa em Fenomenologia e o GEFen, o Grupo de Estudos de Fenomenologia do Departamento de Filosofia da USP, temos o prazer de anunciar o minicurso sobre Eugen Fink e o projeto de uma filosofia meôntica, a ser ofertado pelo Departamento de Filosofia da USP, e ministrado por Anna Luiza Coli

Anna Luiza Coli, membro fundador do Núcleo de Pesquisa em Fenomenologia (UEL), concluiu recentemente sua tese de doutorado intitulada “Das Negative in der Philosophie Eugen Finks”, pelas universidades Bergische Universität Wuppertal (Alemanha) e Charles University Prague (República Checa), sob a orientação do Prof. Dr. Hans Rainer Sepp, com co-orientação do prof. Peter Trawny.

Para mais informações e inscrições, acesse a página de eventos da USP.

Parceria de peso!

O Núcleo de Pesquisa em Fenomenologia tem o prazer de anunciar uma nova parceria de peso: o Grupo de Estudos de Fenomenologia do Departamento de Filosofia da USP, o GEFen! Preparem-se para muitas novidades e eventos para sacudir a cena fenomenológica brasileira!

Nietzsche & Fink

O Núcleo de Pesquisa em Fenomenologia apresenta o evento online

“Nietzsche & Fink: metafísica, jogo e experiência ontológica”

e convida os interessados a participarem mediante inscrição – inteiramente grátis! – aqui.


O evento Nietzsche & Fink: metafísica, jogo e experiência ontológica pretende apresentar a peculiaridade da interpretação do pensamento de Friedrich Nietzsche, realizada por Eugen Fink em seu ensaio A metafísica nietzscheana do jogo, além de destacar a compreensão finkiana de “experiência ontológica”, tal como expressa em seu ensaio Sobre o problema da experiência ontológica. Também pretende apresentar mais amplamente a compreensão finkiana de jogo não exclusivamente vinculada à sua interpretação da filosofia nietzscheana. Ambos os textos foram traduzidos ao português por Anna Luiza Coli, Giovanni Jan Giubilato e José Fernandes Weber no âmbito das atividades do Núcleo de Pesquisa em Fenomenologia, também cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq como Grupo de Pesquisa em Fenomenologia, do Departamento de Filosofia da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Carga horária: 20h

Para mais informações, acesse o site do evento!

Chamada para publicação: NIETZSCHE NA FENOMENOLOGIA!

O Núcleo de Pesquisa em Fenomenologia está organizando um novo dossiê, desta vez chamando ninguém menos que Nietzsche para a conversa! Convidamos a todes interessades a enviar suas contribuições!

Revista Voluntas, Ed. 26 – Vol. 12, N. 1 (Jan.-Abr. 2021)

Deadline: 28 fev. 2021

Organizadores: Prof. Dr. José Fernandes Weber (UEL), Prof. Dr. Giovanni Jan Giubilato (UFLA) e Anna Luiza Coli (BU Wuppertal – KU Prague)

O dossiê “Nietzsche na fenomenologia” selecionará artigos que privilegiam tanto uma abordagem direta do pensamento de Nietzsche por expoentes da tradição fenomenológica – expressa em estudos, ensaios e comentários centrados no pensamento nietzscheano –, quanto a presença de Nietzsche em pensadores que, vinculados ao “movimento fenomenológico”, encontraram (e ainda encontram) no pensamento nietzscheano um ponto privilegiado de inflexão e de deslocamento crítico em relação aos princípios fundamentais da fenomenologia.